Cidades dos EUA em recolher obrigatório depois de protestos contra morte de Floyd

0
9

Várias cidades dos Estados Unidos estão sob o recolher obrigatório, após a quinta noite de protestos violentos contra morte do afro-americano George Floyd. A União Europeia condena o racismo policial nos Estados Unidos.

É já pela quinta vez que centenas de cidadãos afro-americanos saem à rua de várias cidades dos Estados Unidos para pedir justiça ao assassinato dum afro-americano de 46 anos, George Floyd. Sob protestos denominados “I Can’t Breathe”, que significa não consigo respirar, os norte-americanos têm-se envolvido em confrontos violentos com a polícia, destruindo veículos, incendiando edifícios e saqueando lojas. Mais de 200 pessoas foram detidas pela Guarda Nacional só na sexta-feira. No Sábado, as autoridades norte-americanas resolveram impor recolher obrigatório sobre várias cidades que registaram distúrbios como Atlanta, Las Vegas, Denver, Filadélfia e Louisville. Entretanto, ainda no mesmo dia, os protestos continuaram em Mineápolis, Dallas, Chicago, Seattle e Cleveland e Nova Iorque.

Vários protestantes tentaram invadir a Casa Branca, uma situação que fez Donald Trump, presidente norte-americano dizer que se as pessoas tivessem invadido o local, teriam sido cumprimentados por cães maldosos e armas bem carregadas. Na sexta-feira, o chefe da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, condenou veementemente o assassinato de George Floyd nas mãos da polícia, e reiterou a rejeição de descriminação de pessoas negras nos Estados Unidos.

Deixar uma resposta