Príncipe belga testou positivo depois de ir a festa ilegal em Espanha

0
23

Depois de ter acusado positivo no teste de covid-19 e de ter obrigado todos os participantes nessa festa a ficar de quarentena, o príncipe Joachim, que é sobrinho do rei Filipe da Bélgica, referiu hoje que irá acatar “as consequências” dos seus atos.

O príncipe Joachim da Bélgica disse hoje “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia.

Gostaria de pedir desculpa por não ter respeitado todas as medidas de quarentena durante a minha viagem. Nestes momentos difíceis, não quis ofender ou desrespeitar ninguém”, disse o jovem de 28 anos, numa declaração divulgada pelo seu advogado, Mariano Aguayo Fernández de Córdova.

Joachim foi um dos 27 participantes numa festa ilegal em Córdoba, depois de ter chegado a Espanha na semana passada para realizar um estágio, razão pela qual foi autorizado a entrar no país, apesar das restrições impostas pela pandemia.

O evento está a ser investigado pela polícia espanhola por ter excedido o número permitido de participantes, que é atualmente de 10.

Todos os participantes estão agora em quarentena após o príncipe ter acusado positivo para a covid-19.

Também hoje, o presidente do Governo Regional da Andaluzia, Juan Manuel Moreno, criticou a “enorme irresponsabilidade” de casos como o que está a ser investigado em Córdoba, sublinhando que “este tipo de comportamento não se pode repetir”.

Deixar uma resposta