Artistas lançam hino pan-africano em tempos de covid-19

0
89

Contagiando Bondade! É o título do novo hino pan-africano lançado esta segunda-feira, Dia de África. Gravado em vários dialetos, e em vários países africanos, a letra apela à solidariedade no continente durante a pandemia da covid-19.

Em entrevista à euronews, Lerato Madisa, membro do Hub de Inovação Humana da África do Sul, organização criadora do projeto, disse que numa primeira fase o objetivo é reunir fundos para apoiar os artistas do continente africano que ficaram desamparados durante a pandemia.

“Todos os recursos arrecadados com a música serão destinados a apoiar artistas africanos que sofreram perdas devido à pandemia da covid-19. Os fundos serão distribuídos na África do Sul por várias entidades que já administram um fundo para esses fins.

A Fundação Música na África administrará os fundos para distribuição no resto da África”, disse Lerato Madisa. A organização considera importante esta oportunidade para os criativos do continente resolverem os seus próprios problemas através da solidariedade, uma vez que a pandemia afetou especialmente o setor artístico.

O hino pan-africano em resposta à covid-19 juntou vários artistas do continente, que renunciaram aos direitos da música para ajudar a classe mais afetada pela crise. Entre eles estão Vusi Mahlasela, Sipho “Hotstix” Mabuse, Marcus Wyatt, Tu Nokwe, Pops Mohamed, Vicky Sampson, Madosini, Alvin Hendricks, Randall Skippers, Allou April, Justin Arendse, Biko’sManna (África do Sul) e Didier Awadi do Senegal, Seun Kuti e Orezi da Nigéria, Salatiel dos Camarões, Elida Almeida de Cabo Verde, Christine Salem, Suzziah do Quénia, Gasmilla e GyeduBlay Amoblley do Gana, Jah Baba do Benin, Maurice Kirya do Uganda e Xixel Langa de Moçambique.

A música foi composta pelo produtor musical sul-africano RJ Benjamin, arranjada e produzida por Gabi le Roux e Camillo Lombard com letras de Michael Lee e Tu Nokwe. O movimento de solidariedade estende-se para a União Africana. No dia em que a organização assinala 57 anos de existência lança o desafio para a recolha de um milhão de dólares em apenas 24 horas para o fundo de resposta à covid-19 no continente.

Ainda no âmbito das comemorações do Dia de África que se assinala esta segunda-feira, a União Africana organiza vários eventos transmitidos pelas principais plataformas digitais. Em cima da mesa estão os desafios de África durante e depois da pandemia da covid-19.

Por: Euronews.

Leave a Reply